Historia com Farinha

 

O professor Jonas Araújo é licenciado em História pela Universidade Federal do Amazonas, especialista em Ética e Política pelo Serviço de Ação e Reflexão para os Estudos Sociais da Amazônia em parceria com a Universidade Católica de Pernambuco – SARES/UNICAP.

Filho de Jonas Araújo e Florismar Ferreira, militantes históricos dos movimentos sociais no Amazonas, tem no seu DNA a veia política em defesa dos direitos sociais. Inicia sua atuação política no movimento estudantil, na luta pela meia passagem. Aos 17 anos, presidente de grêmio, participa na articulação os grêmios das escolas em Manaus para enfrentar o projeto de lei do então prefeito Alfredo Nascimento, que queria limitar a quantidade de passagens aos estudantes, período em que os estudantes acamparam por 10 dias no plenário da câmara municipal de vereadores.

Atuou na Articulação da Juventude Salesiana e na Pastoral da Juventude, contribuiu ativamente no processo de construção do Plano Nacional da Juventude e do Estatuto da Juventude, participando da Coordenação do Fórum Nacional de Movimentos e Organizações Juvenis, sendo também um dos fundadores do Fórum Estadual de Juventudes. Participou da coordenação do Fórum de Políticas Públicas de Manaus – organização que denunciou os erros da planilha de custo da tarifa de ônibus e acabou por congelar por dois anos o valor da passagem de ônibus. Soma-se a isso, ainda, a sua atuação como diretor de assuntos discentes do Centro Acadêmico Cultural de História do Amazonas – CACHA.

Iniciou sua carreira de professor na rede particular de ensino, em seguida passou em dois concursos públicos, da SEMED(20H) e da SEDUC(40H), lecionando em diversas escolas estaduais e municipais de Manaus, nos níveis Fundamental e Médio. No nível Superior, atuou como professor assistente da Universidade Estadual do Amazonas – UEA e como professor formador em Ciências Humanas da Universidade Federal do Amazonas no PNAIC. Desenvolveu diversos projetos de alfabetização científica em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas e foi eleito Professor Inovador de Manaus no ano de 2015, com o projeto “Jogos Vorazes de História”.

Paralelo às atividades profissionais, Jonas mantém sempre a intensa atuação política, participando da organização das mobilizações de professores por melhores condições de trabalho e valorização dos profissionais da educação pública, realizando formação com grupos de jovens sobre protagonismo e identidade juvenil, participando dos debates de construção política do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL por meio do Coletivo Rosa Zumbi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: