Historia com Farinha

 

Eis aí um dos principais dilemas de um dos filhos da década de 80 do século XX, naquela época não era costume registrar os filhos logo após o nascimento. Meu pai, que por pura coincidência também se chama Jonas Araújo, era adepto da cultura em que cada vez que nascia um filho ou filha deveria se beber o mijo(tomar um porre) e fumar um charuto cubano para abençoar a luta, foi ele o responsável pela confusão de datas.
Minha querida mãe defende os 29, malandro que sou defendo os 30, isso quer dizer que irei me aposentar um ano mais cedo. Aos mais novos quero deixar o registro, 3 décadas de existência nos trazem boas lembranças.
Quero agradecer a todas as pessoas que colaboram para engrandecer a minha vida. Sou um cara pobre de dinheiro, afinal de contas sou PROFESSOR COM MUITO ORGULHO, mais sou rico na existência humana e isso devo a minha FAMÍLIA, A PASTORAL DA JUVENTUDE, AO MOVIMENTO ESTUDANTIL, AO PT DO SÉCULO XX, AS PASTORAIS SOCIAIS, AO MOVIMENTO DOS PROFESSORES, A REDE DE EDUCAÇÃO CIDADÃ, AOS MOVIMENTOS DE JUVENTUDE, AO COLÉGIO DOM BOSCO LESTE I, AO CEST, a minha amada UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS, AOS DIVERSOS MOVIMENTOS SOCIAIS QUE PARTICIPEI, as lindas equipes da EMEF ARTHUR ENGRÁCIO e do projeto DE OLHO NO VESTIBULAR e a minha bela família que tenho hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: